criar ecommerce
Quero criar uma loja, por onde começar?
5 ( 5 votos )

Um guia simplificado para dar seus primeiros passos

Sua ideia é fazer um bolo de chocolate. Você tem vontade e tempo de sobra para fazer acontecer, mas não conhece nenhum dos ingredientes da receita e tampouco consegue se lembrar das instruções de preparo. Como era a cobertura mesmo? E a manteiga, quantas colheres?

Na criação do e-commerce funciona mais ou menos assim. A ideia é, sim, super importante, mas não dá pra abrir mão da receita. Para fazer sua loja ser um sucesso é preciso planejar, pesquisar, perguntar, conhecer. Começar do zero significa ir atrás de cada item da lista de ingredientes básicos – e garantir que estejam todos em perfeitas condições para uso.

Dá uma olhadinha nas nossas dicas de como começar seu e-commerce sem tropeçar no caminho. Pode confiar, você vai adorar o resultado quando estiver pronto.

O que você vende mesmo?

Tenha uma proposta clara dentro da sua loja. O ideal é que seu cliente consiga identificar logo de cara que tipo de serviço você está oferecendo, sem precisar passear por ideias vagas enquanto vasculha seu site.

O que você está realmente vendendo? Roupas? Sapatos? Deixe seu objetivo principal sempre visível. Além disso, uma proposta concreta vai facilitar seu trabalho na hora de traçar segmentações.

Conheça seu cliente

Antes de inaugurar seu e-commerce, reserve um tempo para ouvir quem realmente importa: seu público-alvo. É esse o momento de investir em pesquisas de mercado, grupos focais ou até mesmo conversar com amigos que compactuem com as características de seus futuros clientes. Saiba escutar – sem tentar convencê-los de nada – o que esperam do serviço que você está prestes a oferecer.  

Depois de abrir as portas do seu e-commerce, não vale esquecer que a comunicação com o cliente continua. O feedback nas lojas virtuais não acontece do mesmo jeito que nas lojas físicas: não vai ter cliente batendo o pé pra trocar produtos, mas isso não significa que as reclamações – e elogios, é claro – se tornem menos importantes.   

Mantenha sempre atualizados seus canais de diálogo nas redes sociais, assim como espaços para comentários e pesquisas de satisfação do cliente.

Conheça o mercado

A competitividade não pega leve com as lojas virtuais. Se a facilidade de montar um e-commerce é um estímulo no começo, pode acabar se tornando um problema quando você percebe que não é o único peixe no mar.  (Calma, não é tão ruim quanto parece).

Conhecer bem o mercado significa analisar de perto seus concorrentes diretos e indiretos para chegar a um ponto crucial: o que torna sua loja única? Qual será seu grande diferencial? Diversidade de produtos? Rapidez na entrega? Personalização no serviço?

Prepare-se o melhor que puder para entrar nessa corrida – e decida qual carta será o trunfo para fazer seu e-commerce se diferenciar de todo o resto.

Confia em mim!

A não ser que você seja o super-homem, não vai conseguir resolver todas as etapas de venda sozinho. Sua loja virtual provavelmente precisa de fornecedores de produtos, entregadores, profissionais de marketing e diversos outros serviços para funcionar por completo.

Montar uma equipe de parceiros confiáveis e competentes acaba se tornando um fator decisivo para que sua loja atinja as metas sem complicações. Lembre-se: ainda que cada um seja encarregado de sua própria tarefa, a responsabilidade geral continua sendo sua.

Preste atenção à logística

Falhar no prazo de entrega acontece sim, mas não pode acabar se tornando um hábito. Para prevenir  dores de cabeça relacionadas à logística do seu e-commerce, esteja preparado para congestionamentos em datas comemorativas e procure sempre avaliar a relação custo X benefício de suas entregas. 

Quem não é visto não é lembrado

Pedimos desculpas pela frase clichê, mas acontece que ela é inegavelmente verdadeira. Invista muito em marketing e lembre-se de que sua loja existe no mundo virtual: ninguém vai passar pela vitrine enquanto caminha pela rua. Invista em anúncios na web, newsletter e jamais subestime o trabalho das mídias sociais – são elas que falam por você.

Agora que você já conhece as instruções, está na hora de pôr a mão na massa. Claro que mesmo as melhores receitas podem ser alteradas conforme sua preferência, adicionando uma pitada a mais de açúcar aqui ou ali. O ingrediente principal mesmo é a criatividade, e esse a gente sabe que você tem de sobra.

Category

Começando um negócio

Tags